18/04/2013

Programa Sucessores visa a nova geração de produtores de algodão

Nos últimos anos o tema da sucessão começou a ser muito abordado no meio empresarial ligado ao agronegócio. Muitos dos agricultores que contribuíram para transformar Mato Grosso num campeão na produção de fibras e grãos estão com mais de 50 anos e precisam preparar seus sucessores para um mundo globalizado, competitivo e guiado por um mercado altamente volátil.  Nesse sentido, os produtores de algodão podem contar com o programa Sucessores – uma das modalidades do Programa de Desenvolvimento do Agronegócio que está sendo oferecido em vários municípios mato-grossenses.

Realizado em parceria pela Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (AMPA), pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) e a Trevisan Escola de Negócios, com recursos do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), o Programa de Desenvolvimento do Agronegócio foi lançado em 22 de março passado em Cuiabá. Nessa data, foram iniciados módulos dos programas Alta Gerência e Média Gerência, e, em seguida, os módulos do programa Gestão Estratégica do Agronegócio (em nível de MBA), porém as aulas do programa Sucessores só começarão no início de maio próximo.

O público alvo do Sucessores é formado por filhos e familiares dos produtores de algodão e um dos seus objetivos é familiarizá-los com áreas de importância estratégica para o setor de algodão e a gestão de propriedades rurais, empresas e grupos. Durante três finais de semana, a partir de 3 de maio, as aulas acontecerão em Cuiabá (no auditório da Famato) e, de 9 a 14 de junho, os participantes passarão uma semana em São Paulo, quando terão oportunidade de conhecer instituições e locais fundamentais para o seu negócio, como a BM&F e o Porto de Santos, além de empresas do ramo de fertilizantes e produtos agroquímicos.

O consultor do IMAmt, Sérgio Dutra, destaca que a AMPA e o IMAmt, em conjunto com a Escola de Negócios Trevisan, elaboraram todos os conteúdos, de cada programa, atendendo às demandas apresentada pelos próprios produtores de algodão, no levantamento realizado em maio de 2012.  Ele acrescenta que o programa Sucessores terá “uma abordagem diferenciada, dinâmica e intensiva, sempre com ênfase na área de gestão”.  

Entre os temas a serem abordados, desafios e tendências de governança e sucessão e dinâmica de conselhos, o papel da família e planejamento estratégico. As inscrições para o programa Sucessores ainda estão abertas. Para se inscrever, os interessados devem encaminhar ao coordenador do Programa de Desenvolvimento do Agronegócio, Carlos Ferraz (carlosferraz@imamt.com.br), seus nomes (ou de seus familiares) e respectivos contatos (e-mail e telefones).

 

Flexibilidade – Até agora mais de 600 pessoas, entre associados da AMPA, familiares e colaboradores, inscreveram-se em algum dos programas do Programa de Desenvolvimento do Agronegócio, que está acontecendo nos finais de semana, em várias cidades que são polos da cotonicultura em Mato Grosso: Campo Verde, Primavera do Leste, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Campo Novo do Parecis e Sapezal. Aliás, essa é uma das características do programa desenvolvido junto aos próprios produtores e seus representantes nos sete Núcleos Regionais da AMPA: o fato dos módulos acontecerem em locais de fácil acesso para a clientela, escolhidos de acordo com a demanda maior de cada região.

No próximo final de semana (dias 19 e 20) acontecerão os segundos módulos dos programas Alta Gerência e Média Gerência em Campo Verde (Núcleo Regional Centro) e Primavera do Leste (no Centro Leste). Na sede da Cooperfibra, em Campo Verde, os alunos do programa Alta Gerência assistirão às sulas do módulo “Governança e Sucessão – Estrutura de governança em empresas familiares” na noite de sexta-feira (19) e durante o período diurno no sábado. No Hotel Tropical, em Primavera do Leste, no mesmo período, os alunos inscritos em Média Gerência terão o módulo ‘Tecnologia da Informação (TI) – Informática aplicada às propriedades rurais”. 

O coordenador Carlos Ferraz lembra que outra característica dos programas é a flexibilidade, ou seja, a possibilidade de participação dos interessados em apenas um módulo específico.

No final de semana passado (dias 13 e 14), foram realizados módulos do programa Média Gerência em Sorriso e Sapezal (nos núcleos regionais Centro Norte e Noroeste) e do programa Alta Gerência em Campo Novo do Parecis (no Médio Norte). Ao mesmo tempo, o programa Gestão Estratégica do Agronegócio (MBA) teve continuidade em Lucas do Rio Verde (no Centro Norte).

Fonte: Assessoria de Imprensa da AMPA

Copyright © IMA - Instituto Mato-Grossense do Algodão.
Rua Eng Edgard Prado Arze, 1777 Ed. Cloves Vettorato - 2 andar Quadra 03
Setor A - Centro Político Administrativo
CEP: 78049-015
(65) 3321-6455/6482